• Fale conosco agora mesmo!
  • Matriz: Florianópolis, Rua Saldanha Marinho, 374, Ed. Zigurate
  • Fale conosco (48) 3037-9450

Integração entre sistemas: como ser bem sucedido

integração entre sistemas

Quem trabalha em empresas com múltiplos departamentos sabe que, muitos destes, utilizam um ou mais sistemas. Essa demanda é algo natural, considerando que tais sistemas visam otimizar o trabalho e o tempo das equipes. Entretanto, como os departamentos de uma organização não são entidades isoladas e devem conversar entre si, essa infinidade de aplicações acaba gerando alguns problemas de retrabalho e produtividade – uma mesma informação está presente em diversos sistemas. O pior acontece quando essa informação é modificada, pois deve ser alterada em dois (ou mais) locais diferentes – o que nem sempre acontece, e faz com que alguns departamentos tenham acesso a informações desatualizadas.

A solução para esses problemas tem nome: integração entre sistemas. Mas para ter sucesso nessa operação, é preciso definir e dar atenção a alguns pontos:

 

  • Objetivo claro

Quando se fala em integração entre sistemas, existe uma infinidade de possibilidades. Por isso, é muito importante ter bem claro os objetivos, quais departamentos utilizarão, em que momento e como funcionará. Sem ter isso mapeado, a integração entre sistemas pode se tornar uma dor de cabeça desnecessária, com gastos além do imaginado e utilização aquém do esperado.

  • Tipo de integração entre sistemas

Qual o tipo da integração entre sistemas será utilizado? Isso impacta diretamente na escolha das tecnologias. Alguns exemplos são “banco de dados compartilhados”, “transferência de arquivos”, “message oriented middleware“, entre outros.

  • Ferramenta

É possível desenvolver uma ferramenta totalmente personalizada ou utilizar alguma ferramenta que já está no mercado para fazer integração entre sistemas. A Westsoft, por exemplo, utiliza o SharePoint para fazer integrações no seu ambiente e em ambiente de clientes.
É importante ter um padrão, para que não aconteça de ter ferramentas em diferentes estruturas e linguagens de programação e acabar gerando problemas de manutenção.

 

É bom ressaltar que, dependendo do cenário, podem ser necessárias outras verificações para garantir o sucesso do projeto de integração entre sistemas. Mas de qualquer forma, dar atenção aos pontos acima é de crucial importância para evitar problemas e desperdícios de tempo e dinheiro.


Deixe uma resposta